Saúde das unhas

Oi, gente!

Hoje vamos falar de um assunto que a mulherada adora: unhas!

imagem: revistapersonalite.com.br

imagem: revistapersonalite.com.br

A unha é formada de queratina, um tipo de proteína, e tem como função proteger a parte final dos dedos e facilitar vários movimentos.

Segundo estudos, há variações quanto à forma de crescimento do xodó da maioria das mulheres: crescem mais no sexo masculino do que no feminino, mais rapidamente em jovens do que em idosos, mais na mão direita do que esquerda e até mesmo mais de dia do que de noite.

Para tanto,  a nutrição é essencial para manter o crescimento diário de aproximadamente 0,1mm, ou seja, uma alimentação pobre ou monótona pode trazer prejuízos à sua formação, que além da estética, interfere na saúde dos indivíduos.

Durante uma consulta com nutricionista ou dermatologista, diversos sinais apresentados pelas unhas podem ser indicativos de deficiências, colaborando para uma investigação mais apurada através de exames bioquímicos e então o fechamento de um diagnóstico completo.

Atenção especial deve ser dada a alimentos, como:

– vitaminas do complexo B: ajudam a evitar que as unhas fiquem “listradas”, esbranquiçadas e sem brilho. Encontradas em ovos, carne vermelha, leite e derivados e aves;

– vitaminas C e E: junto com as vitaminas do complexo B auxiliam a síntese de queratina.|São encontradas em frutas cítricas, alimentos alaranjados e amarelados (vitamina C), sementes, oleaginosas, folhas verdes escuras e alimentos integrais (vitamina E);

– cálcio: previne ressacamento e unhas quebradiças. Estão no leite e derivados, vegetais verdes escuros, chia, sementes, leguminosas, sardinha e bacalhau;

– enxofre: confere rigidez às unhas. Tem em leguminosas, alho, couve-flor, cebola, castanhas.

– ferro: anemia pode ocasionar unhas coiloníquias (com formato de “colher”), opacas e quebradiças. Tem na carne vermelha, gema de ovo, leguminosas, vegetais verdes escuro.

– zinco: sua falta pode causar unhas acinzentadas, cutículas secas e grossas,  descamação ao redor das unhas. Está nas carnes em geral, oleaginosas, alimentos integrais, sementes de abóbora, aveia, feijão e leite.

– magnésio: sua deficiência pode causar unhas quebradiças. Está no farelo de aveia, banana, amêndoas, espinafre cozido.

 

A seguir, só mais algumas informações para complementar! Existem duas síndromes que estão relacionadas às unhas, olha só:

– Síndrome da unha amarela: nessa caso as unhas encontram-se amareladas, rígidas, sem brilho e sem cutícula. Além disso, há linhas acentuadas, pouco crescimento e grande curvatura lateral.

 – Síndrome da unha frágil: ocorre principalmente em mulheres e há enfraquecimento da parte ungueal. Muitas causas são apontadas, como exposição a agentes químicos, cosméticos, fungos e traumas repetitivos.

 

IMPORTANTE: nunca tome medicamentos sem acompanhamento. Em qualquer caso citado acima, procure um dermatologista e um nutricionista, pois juntos eles poderão desenvolver as melhores estratégias para sua saúde.

Facebook Comments
Category : Beleza, Saúde
Tags :