Excesso de proteínas

 

Alimentos_Fontes_de_Proteina

Quando fala-se em atividade física e nutrição, logo pensa-se em suplementos protéicos para potencializar a resposta do corpo aos treinos. Quando busca-se resultados rápidos, também é muito comum a adoção da “dieta da proteína”.

As proteínas  desempenham muitas funções essenciais ao organismo, como regulação do metabolismo,  transporte de nutrientes e proteção imunológica, além da de compor a estrutura muscular, por exemplo. Porém, engana-se quem pensa que “quanto mais proteína, melhor”.

Apesar de seus evidentes benefícios, o consumo protéico excessivo a longo prazo também pode acarretar diversos prejuízos à saúde, como doenças renais. O alto consumo desse macronutriente faz com que suas funções sejam desviadas, pois o organismo tem um limite de absorção – ou seja, não há crescimento infinito de músculos com o aumento exagerado da ingestão.

Quando consome-se apenas proteínas, o emagrecimento realmente chega rápido, mas isso acontece devido à desidratação resultante. No nosso corpo, quem carrega água são os carboidratos, então quando deixamos de ingeri-los, a diferença é notável sim, pois o volume de água diminui.

Em contrapartida, esse é um hábito inviável e de difícil manutenção, pois o organismo necessita de uma ingestão variada, e carboidratos e gorduras também são indispensáveis. Falta de carboidrato gera fadiga, cansaço e mau humor. E proteína em excesso também vira gordura, sabia?

Tenha uma alimentação variada! Procure um profissional, tenha o acompanhamento necessário e faça da sua rotina alimentar uma aliada às mudanças desejadas!

Facebook Comments